Sintest publica nota sobre o segundo turno das eleições presidenciais

/, Notícias/Sintest publica nota sobre o segundo turno das eleições presidenciais

Sintest publica nota sobre o segundo turno das eleições presidenciais

Como não poderia ser diferente, a diretoria do Sintest/RN, sindicato que representa os técnico-administrativos da UFRN e da UFERSA, vem a público expressar a sua posição a respeito do segundo turno das eleições presidenciais.

Estamos diante de um triste cenário que põe em risco o futuro do nosso país e da nossa democracia. É lamentável que uma das chapas presidenciais continue defendendo abertamente que mulheres, negros e negras, indígenas, quilombolas e pessoas LGBT+ são inferiores e devem ter menos direitos do que outras parcelas da sociedade. Incitando inclusive um discurso de ódio contra essas minorias, o que tem sido evidenciado nos consecutivos casos de agressão contra negros e pessoas LGBT+. Essa chapa presidencial aplaude torturadores, exalta a ditadura militar e engana o povo ao dizer que liberar o uso de armas e da truculência das polícias resolverá problemas estruturais da segurança brasileira. Afinal de contas, já estamos vivenciando o que o discurso do ódio é capaz de fazer.

Essa chapa também defende em seu programa cadastrado no TSE a privatização sistemática do serviço público, o não investimento maior em educação e saúde, ou seja, defende a redução ou congelamento dos nossos investimentos. Para piorar, querem implantar o ensino à distância já na educação básica, o que acarretaria em demissão de professores, fechamento de escolas e a impossibilidade da mãe trabalhar por não ter com quem deixar seus filhos. Além disso, em entrevistas, essa mesma chapa já prometeu reavaliar direitos históricos já consolidados como férias e 13° salário das trabalhadoras e trabalhadores do país. Sem citar o fato de que o candidato foge dos debates políticos, não tem coragem de enfrentar seu adversário cara a cara, não apresenta suas propostas de maneira concreta e faz uma campanha baseada em fake News (notícias falsas), com denúncias de caixa dois envolvendo um grupo de empresários que desembolsaram milhões para disseminar inverdades, manipulando grande parte da população e prejudicando o processo eleitoral.

Se não bastasse tudo isso, é proposta de tal candidatura não respeitar as indicações em lista dos Reitores das Universidades Públicas, bem como para a Procuradoria Geral da União, que são marcas fundamentais de nossa democracia, onde a escolha é feita pelos seus pares. Assim como seus familiares ameaçam a existência e autonomia do Supremo Tribunal Federal.

O Sintest/RN, tem como marca de sua história a luta contra a retirada de direitos, pela defesa do serviço público gratuito e de qualidade, pela dignidade e diversidade humana e acima de tudo pela manutenção da democracia. Nos seus 27 anos de trajetória, participamos de centenas de greves, paralisações nacionais, caravanas e atos com essas bandeiras e ideais. Dessa forma, coerente com a história de nosso sindicato, a diretoria do Sintest/RN externa que o projeto dessa chapa presidencial que prega o ódio, ameaça a democracia e compromete-se com o desmantelamento dos serviços públicos não pode ser uma alternativa para a classe trabalhadora.

Por isso, nessas eleições, optamos por um projeto de país que não criminalize o ativismo e nos permita o direito de ser e fazer oposição, para que sejamos livres na manifestação por mais direitos e pela defesa da democracia.

Comente pelo Facebook
2018-10-22T15:04:33+00:00outubro 22nd, 2018|Destaques, Notícias|